27Out14. Salvem ao menos as criancinhas!Há 3 dias que o banco millennium na rua rei Katyavala, em Luanda, tem o gerador a fazer muito fumo de noite e de dia, e os moradores estão com as janelas e portas fechadas, mas mesmo assim estão impedidos de levarem a sua vida normal. Os moradores já reclamaram mas em vão. São portugueses da teixeira duarte que têm ordens para nos matarem para depois ocuparem os 3 prédios. O terreno nas traseiras já o espoliaram. Isto é um belo convite à revolta geral.

terça-feira, 21 de Outubro de 2014

EN CUBA...... TODOS BIEN, GRACIAS !!!!





Imagem: Orlando Castro

Luanda, apagões no mês de Setembro de 2014 na Rua das Sirenes.






27Set 09.03-09.32, 22Set 19.39-21.17, 19Set 09.47-10.13, 18Set 04.23-10.12, 15Set 08.53-09.33, 11Set 09.15-11.44, 07Set 07.47-14.47

Quem é o culpado?





Será que se tudo fosse o inverso não teríamos um País com uma juventude melhor?
Cerveja – 50 kz
Agua pequena 100 kz
Depois dizem que os jovens são bêbados…
 Cigarro – 10 kz
Lápis – 50 kz
Depois dizem que as crianças fumam muito e são analfabetas…
 Ravs do Colã xuxuado – 1.000 kz
Show religioso- 3.500 kz
Depois dizem que os jovens são mundanos…
Liamba – 100kz
Livro – 3.000
Depois dizem que os jovem são Liambeiros…
Carta ou festa de pedido – 1.000 USD
Prostitutas na esquina – custa – 1.000 kz a 2.000 kz trabalho completo
Depois dizem que os jovens são malandros…
Whisky the Best - 50 Akz
Sumo compal - 250 ou 320 Akz
Depois insistem em dizer que a juventude esta estragada…
Iphone novo - 700 Usd- 800 Usd ate 1.000 USD
Desbloquear iphone roubado nos Congoleses(vulgo Congolenses) 5.000 Akz
Depois dizem que esses jovens são gatunos…
Discoteca como Ex Don Q a entrada são 3.000 Akz com direito a 4 Bebidas
Maratona entrada livre com direito a 3 cucas a 100 Akz
Depois vão falar mais o quê então???...
Luanda mais de 28 Discotecas e Bares
Luanda menos de 8 Bibliotecas
Depois continuam a dizer, esses jovens só há desbunda na vida deles…
Motorizada Jog - 500 USD
Bicicleta Montana - 1.000 USD
Ainda dizem que os jovens de mota são gatunos…
Mensalidade nas Universidades - 300 /400 USD
Se o salário mínimo são 300 USD
E dizem que não temos pessoal qualificado, salário não chega para pagar a (Faculdade) como vamos nos qualificar?
Angolano formado como funcionário público ou nas empresas privadas o salario é < 1.000 a 1.500 USD
Estrangeiro com as mesmas qualificações, se calhar piores, fazendo o mesmo trabalho, salário > 6.000 USD
 
Mas estou em dúvida afinal de contas de quem é a Culpa???
… é melhor não continuar…!

Aléxia Gamito de Autor anónimo

Cidadãos mobilizam-se para nova alternativa política e económica para Angola





Proponentes querem organizar forum com participação de todos na busca de soluções para os problemas do país.

Manuel José
VOA

Um grupo de cidadãos da sociedade civil angolana está a promover a recolha de subscrições, para levar a cabo uma ampla concertação nacional para tirar o país daquilo que consideram o caos em que se  encontra mergulhado.
São angolanos oriundos de vários estratos sociais, como académicos, professores, estudantes universitários, entre outros profissionais sem qualquer vinculo partidário que pretendem uma solução diferente das tradicionais, para inverter o quadro social actual do país, pois consideram que o actual sistema não dá resposta aos problemas e necessidades.
A iniciativa aponta para a realização de um Fórum de Concertação Nacional, sem exclusão.
"Nenhuma das soluções até agora deu resultado, nem mesmo as eleições têm sido solução”, disse Adão Ramos, um dos organizadores,  acrescentando que “para que os angolanos se revejam nos símbolos nacionais actuais, é preciso uma solução que não passe por aquelas que já vêm sendo tradicionais”
Para Adão Ramos uma ampla concertação nacional não pode envolver apenas uma elite de angolanos, mas sim a maior parte dos que pretendem o bem-estar das pessoas".
"O manifesto está a circular na internet e através de suporte físico em papel para recolher subscrições, mas ainda não contém o formato daquilo que poderá ser essa concertação nacional apesar de haver já uma ideia bem sólida", disse.
O grupo de cidadãos fez um diagnóstico da sociedade angolana e chegou  à conclusão que em Angola se assiste à “escalada progressiva de violência entre cidadãos e autoridades, discriminação social baseada na filiação partidária, espancamento e extorsão de zungueiras, moto-taxistas e outros agentes da economia informal nas ruas, interdição de manifestações pacíficas e maus-tratos aos manifestantes, escalada de corrupção, nepotismo, clientelismo, entre outros males”.
“O quadro 'e triste", acrescentou Adão Ramos, para quem, na visão deste grupo de cidadãos a culpa é de todos.

Imagem: Adão Ramos

sábado, 4 de Outubro de 2014

“neste nosso inferno chamado Angola.”







A intenção deste post não é falar mal da Polícia Nacional de Angola, mas tão somente a de lamentar que se chegue a este ponto onde a falta de confiança nela por parte da população é tão aguda, tão profunda, que quando estes se apresentam para "resolver" um problema bicudo, são rechaçados com pedras por parte da ODP-Renovada, os vigilantes, justiceiros por mãos próprias que residem nos bairros.

CENTRAL ANGOLA

Eis, grosso modo, o que se passou:
1 - Um rixa entre dois cidadãos no bairro da Boa Esperança, em Cacuaco, termina em luta. Um parte uma garrafa e mata o outro.
2 - A população identifica o assassino e mobiliza-se para ir capturá-lo, com a intenção de o queimar vivo.
3 - Entretanto chega a polícia, num patrulheiro de cinco, que vai capturar o alegado assassino com intenção de dar início às normas processuais "normais".
4 - Chegando ao local, tem início uma chuva de pedradas por parte da ODP-Renovada em direção aos agentes da ordem, uma espécie de reivindicação do tipo "o assassino é nosso!".
5 - Em reação (legítima defesa?), um dos agentes dispara vários tiros.
6 - Duas dessas balas atingiram mortalmente o cidadão de seu nome Armindo (na imagem, tapado com um lençol), jovem com cerca de 20 cacimbos. Dizem as testemunhas que ele estava ali apenas a apreciar "o espetáculo", que não tomou parte na guerra de pedrada, tornando-se assim no que se chama em inglês num "innocent bystander", apesar da pedra ao lado da sua mão sugerir o contrário (o corpo foi arrastado para aí, onde já havia as pedras).
7 - O facto do Armindo ser atingido duas vezes indicia intenção e não acidente (suposição nossa).
8 - A fúria dos cidadãos multiplicou-se, assim como a chuvada de calhaus contra os agentes que não tiveram outra solução que não a de abandonar o corpo da vítima que tinham acabado de causar e assim um problema (o que iam resolver), rapidamente se tornou noutro maior.
9 - O assassino da garrafa foi extraído do local do seu linchamento com sucesso (a população ficou ainda mais raivosa).
10 - Repetimos, isto não é (apenas) uma crítica ao trabalho da Policia Nacional, mas um profundo lamento da situação a que chegamos neste nosso inferno chamado Angola.

Ainda a manifestação dos combustíveis em Luanda








Teve início há sensivelmente 5 minutos uma manifestação espontânea diante do Ministério das Finanças, para reclamar acerca da subida do preço dos combustíveis. Assim que começou também terminou, pois já tinha lá polícia no local e rapidamente reprimiram os jovens.
Olhem bem para as imagens e respondam-nos se aquilo agora é carro da Polícia Nacional de Angola, ou se andamos a brincar aos países?

Central Angola

Essa zona (Rua rei Katyavala e Liga Africana, cinco carros queimados, segundo testemunhos também incendiaram mais carros noutras zonas de Luanda) CINCO CARROSD QUEIMADOS) hoje esteve literalmente QUENTE. A escassos metros da embaixada portuguesa fica o GPL onde foram esborneados membros do MRA que iam levantar a resposta de Graciano Domingos para a sua comunicação de manifestação para o dia 11. Uns poucos metros mais abaixo o MINFIN onde 13 ativistas viram punho fardado em ponto grande (bem em cheio no nariz)... foi atividade demais para um dia só. Devem estar amarelos de raiva com a papelada que têm agora de preencher.